Caiman
Home
Ema


Ema com filhotes

A maior ave das Américas e seus filhotes andam a procura de alimento em novembro.

A Ema é parente do Avestruz (África), do Casuar (Austrália), do Quiwi (Nova Zelândia) e do Nandu (outros países da América do Sul). Com até 1,70 m de altura, podem pesar até 35 kg e na época de reprodução (julho a setembro) emitem um som grave incrível, possível de ser ouvido a 1 km de distância.

Com a chegada das chuvas no Pantanal, os filhotes já saíram dos ovos, prontos para andar e se alimentar depois de 24 horas. Mas se você pensa que a mãe cria seus filhotes, está muito enganado. O macho possui um harém, de 3 a 6 fêmeas que colocam seus ovos em um ninho preparado pelo macho. As fêmeas vão embora, enquanto o macho incuba os ovos e cria os filhotes.

E não deve ser fácil para o pai criar 20 a 30 filhotes ao mesmo tempo e sozinho, ainda mais com tantos predadores no Pantanal. Mas é possível conferir no vídeo abaixo um pouco do sucesso da família ema.

Imagem de Amostra do You Tube

Tesourinha


Tesourinha

O Pantanal recebe muitas aves migratórias, fugindo muitas vezes do inverno da sua terra de origem. São muitas espécies de aves migratórias que visitam o Pantanal, espécies dos hemisférios Norte e Sul. A maioria das aves vem suprir a necessidade de dar continuidade ao ciclo da vida, elas acabam vindo parar por aqui onde encontram um ambiente bastante farto em alimento.

Boa parte dessas aves são aquáticas, devido ao ciclo das águas no Pantanal. Algumas espécies chamam a atenção, devido à sua beleza e à facilidade de serem avistadas, como a águia pescadora, o maçarico solitário e o verão .

Há também as espécies nômades que migram no Pantanal, conforme a subida e descida das águas, como é o caso da cegonha cabeça-seca, das marrecas e do tesourinha.

Formação de Cegonhas Cabeça-seca em migração.
Maçarico-solítário à beira de uma baía.
Verão, um papa-mosca migratório.
Os-Guias4


Hoje pela manhã um filhote de falcão foi encontrado no chão da porta da pousada. O filhote é de um casal de Carcarás.

Ainda só com penugens, não voa e caiu do ninho do alto de uma palmeira.

A vítima

Se deixado no chão, como foi encontrado, iria morrer. Então, a equipe de guias entrou em ação.

A montagem do ninho.

Os guias Nego e Cabelo construíram um ninho com folhas secas, colocaram o filhote dentro e montaram em uma árvore.

O ninho e o filhote

Depois de colocar a ave no ninho, os pais carcarás voltaram a alimentar o bebê.

Registramos em 2 vídeos a equipe se preparando e o resgate. Assista abaixo.

A Preparação:

O Resgate:

Autor: Helder

Caiman
POUSADA CAIMAN – Pantanal
Estância Caiman, S/N
Zona Rural – Miranda - MS - CEP: 79380-000
Telefone/Fax: +55 67 3242-1450
CENTRAL DE RESERVAS – São Paulo
Telefone: +55 11 3706-1800 | Fax: +55 11 3706-1808
Caiman
© Copyright 2016 - POUSADA CAIMAN. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito.
DZ - Du Zupanni
SM - Samuel Melim
SB - Sidney Bloch
TR - Thiago Rocha
ZP - Zapa
Fotografia (créditos)
. Site by Miss Lily.

Caiman

Refúgio Ecológico

Acomodações

Reservas

Pantanal
Caiman Refúgio Ecológico
Caiman Refúgio Ecológico Caiman