Home
SM
PANTANAL | ESTAÇÕES

A paisagem pantaneira obedece ao regime de águas, num ciclo exuberante que se renova a cada ano.

Estações

A paisagem pantaneira se define por um extraordinário regime de águas, que produz estações bem marcadas, num ciclo exuberante que se renova a cada ano.

A cada verão, chuvas torrenciais nas cabeceiras do rio Paraguai fazem transbordar os rios e lagoas, encharcando o terreno de baixa declividade. O Pantanal permanece alagado durante a maior parte do ano.

No inverno, com o fim das chuvas, rios e lagoas retornam a seus limites naturais, atraindo uma fauna megadiversa em busca de água e alimento. O solo seco, fertilizado pela inundação, aguarda as novas chuvas que farão rebrotar a vegetação.

CHEIA | Dezembro a Março
Chuvas torrenciais nas cabeceiras do rio Paraguai fazem subir o nível dos rios, que transbordam e alagam até dois terços da planície, criando uma paisagem ainda mais exuberante. A imensa lâmina d’água espelha o céu e transforma os poentes em espetáculos de cor. A fauna e a flora se revigoram. É a época das aves aquáticas, como tuiuiús, cabeças secas, patos, marrecos e garças. Os mamíferos migram para áreas mais altas do Pantanal, mas ainda é comum encontrar capivaras, lobinhos e os veados campeiro e catingueiro.

VAZANTE | Abril a Junho
A partir de Abril, as temperaturas se tornam mais amenas e as noites mais estreladas. Com o fim das chuvas, as águas começam a baixar lentamente, formando pequenas poças dispersas. Nas depressões do terreno, as águas correm de volta aos rios, formando os corixos. Campos e morros isolados gradualmente reaparecem na paisagem. Mamíferos que se dispersaram com a cheia voltam a se espalhar pela planície. Com um pouco de sorte, é possível observar queixadas e catetos, cervos-do-pantanal e bandos de macacos bugio e prego.




Anterior
Próxima
SM
Estações
SM


SECA | Julho a Outubro
É a melhor época para observar a vida selvagem. As chuvas cessam totalmente e os rios e lagoas permanentes voltam aos seus limites naturais. Lagoas e poças d’água concentram milhares de peixes, oferecendo um farto banquete a mamíferos, répteis e aves, que povoam suas margens. As aves entram em seu período reprodutivo, apresentando lindas plumagens e cantos sedutores. Entre os mamíferos, é comum a presença de tamanduás, quatis e mãos peladas. A paisagem seca adquire tons amarelados, esparsamente colorida pelo início da floração dos ipês rosas e amarelos.

CHUVAS | Novembro e Dezembro
As primeiras chuvas, rapidamente absorvidas pela terra seca, trazem o verde de volta à paisagem e oferecem fartura de alimento às aves. O nível da água começa a subir lentamente. Numerosos grupos de araras, tuiuiús, cegonhas cabeça seca e centenas de espécies de aves ensinam os primeiros vôos aos filhotes gerados na estação anterior. Os mamíferos começam a rarear.

TEMPERATURAS
Sem montanhas e naturalmente aberta, a planície não oferece resistência às frentes frias oriundas do Sul. Por isso, as temperaturas podem variar muito em curtos períodos de tempo.

VERÃO
As temperaturas variam entre 25º C e 40º C.
INVERNO
As temperaturas variam entre 18º C e 30º C, podendo cair aos 8º C com a chegada repentina de frentes frias.

Caiman
POUSADA CAIMAN – Pantanal
Estância Caiman, S/N
Zona Rural – Miranda - MS - CEP: 79380-000
Telefone/Fax: +55 67 3242-1450
CENTRAL DE RESERVAS – São Paulo
Telefone: +55 11 3706-1800 | Fax: +55 11 3706-1808
Caiman
© Copyright 2016 - POUSADA CAIMAN. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito.
DZ - Du Zupanni
SM - Samuel Melim
SB - Sidney Bloch
TR - Thiago Rocha
ZP - Zapa
Fotografia (créditos)
. Site by Miss Lily.

Caiman

Refúgio Ecológico

Acomodações

Reservas

Pantanal
Caiman Refúgio Ecológico
Caiman Refúgio Ecológico Caiman